Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Ausências

 

A melancolia

rasga em ondas paralelas

a inocência de um passado

que foi, em areais

de nós,

silêncios esculpidos num sentimento

sem nome,

que em murmúrios de sons

se repartiam

e em gestos labirínticos,

espalhavam gotículas, que não eram mais

que pedaços de mim, impregnados de ti.

Uma ausência de nós

num monólogo surdo,

catapultava o fim,

e com ela, magoadas águas passavam

sem deixar rasto...

Há-de acontecer o dia,

que em crepúsculos de cidades

velhas, eu vou sentir.

E aí,  o tempo far-se-á  por sombras de palavras

e noites de lua...

 

KOOP ISLAND BLUES

Foto: Autor desconhecido

publicado por Sara Rocha às 14:51
link do post | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. TIC-TAC

. SAUDADE

. Pêndulo

. IPSE DIXIT

. PÉRFIDA

. Ana

. SIBILA

. HERESIA

. ESTRIDÊNCIAS

. ZÉNITE

.arquivos

. Julho 2013

. Maio 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds