Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2012

IPSE DIXIT

 

 

 

No anguloso caminho onde me encontrei

um dia, meio por acaso,

reconheci aquele trajecto inóspito,

imerso no silêncio gritante

de uma vida, coroada de tudo

plena de nada.

Aquele percurso feito de mim,

onde tantas vezes me perdi e

onde outras tantas me visitei...

Nesse imenso espaço que é tão meu,

onde nasci e morri, fiz

desfiz, ri, chorei...

e já tão pouco me diz!

Recordo-o sem saudade, mas

com a ingénua ternura e

a estranha vontade

de me perder outra vez  

no âmago profundo

desse caminho sem volta,

com a verdade dos meus olhos

a trazerem notícias do mundo.

 

 

 

 

Fotografia: Graça Loureiro - Galeria Olhares

Video: Pavlov's Dog - Youtube

 

publicado por Sara Rocha às 16:34
link do post | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. TIC-TAC

. SAUDADE

. Pêndulo

. IPSE DIXIT

. PÉRFIDA

. Ana

. SIBILA

. HERESIA

. ESTRIDÊNCIAS

. ZÉNITE

.arquivos

. Julho 2013

. Maio 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds